Menu

30 de dezembro de 2014

Uf, 2014 acabou, mas o que ele deixou? + Agradecimentos!

GRATIDÃO

     Ai, só de pensar que 2014 acabou eu chego a dar um suspiro de alívio. Esse ano foi como uma montanha russa, uma hora tudo subia, para então cair de repente, causando desespero. Ao parar para pensar em tudo que aconteceu, me da uma vontade louca de chorar: de alívio, dor e medo.
     Nessa ano eu percebi como as mudanças são rápidas e o fato de nada ser para sempre se tornou mais real. A vida me surpreendeu muito, fui colocada em situações que antes "julguei", o que me fez rir, pois o mundo gira e tudo volta pra gente!
     Acho que nunca aprendi tanto como nesse ano. Em 2014 eu cresci, mudei e estou feliz com isso. Espero que as mudanças continuem e eu possa me desenvolver mais e mais. Pequenos passos foram dados, sei que em 2015 eles serão maiores... E eu mal posso esperar ; )
     Vim agradecer algumas coisas, há muito o que agradecer, então é provável que nem tudo caiba aqui. Vamos lá:

  • Apesar de tudo e de todos minha família permanece bem e unida. Continuamos fortes e repletos de amor. Deus nos ensinou, nos guardou e abençoou muito esse ano. E eu sou grata por isso e por toda Luz, saúde e paz que nos rodeou.
  • Eu agradeço por ter dado o primeiro passo pra realizar o meu sonho, que é fazer um intercâmbio. Sinto uma gratidão enorme por ter a possibilidade de realizar algo tão grande e ter o apoio de pessoas que me amam pra isso. Mesmo me querendo por perto, elas preferem "longe" e feliz!
  • Gratidão pela venda de uma loja que não aconteceu como esperávamos, mas me ensinou muito e me fez mais madura. Hoje dou muito mais valor a vida, a liberdade de se fazer o que ama e sou mais pé no chão em relação ao dinheiro.
  • Agradeço por ter dado tudo certo quando minha cachorra deu a luz a dois filhotinhos. É incrível como podemos amar mais e mais, sempre, a cada dia.
  • Mesmo não tendo sido das mais atenciosas com o blog, sou muito grata por ele. Foi onde desabafei algumas vezes, onde me forcei a escrever, coisa que eu amo tanto e acabo deixando de lado.
  • Infelizmente me despedi de alguém que amo muito esse ano. Então só tenho a agradecer pelo tempo que a tive ao meu lado.
  • Agradeço por ter mantido meu #ProjetoDeVida mesmo que ás vezes tenha tido vontade de chutar o balde!
  • Sou grata por ter conseguido arrumar tempo pra ler bastante esse ano! Tanto romances pra me distrair, como outras coisas para desenvolvimento/crescimento pessoas.
  • Agradeço ter conseguido atualizar o Tumblr, que é algo que eu gosto muito e me inspira em várias áreas da minha vida!
  • Esse ano eu consegui me organizar mais e agradeço DEMAIS por isso!
  • Alguns hábitos e manias ruins foram embora, depois de penar um pouquinho, e eu agradeço por isso!
  • Sou grata pelas tantas coisas que eu aprendi em 2014.
  • Agradeço por ter encontrado pessoas que ajudaram no meu crescimento pessoal.
  • Venho buscado ser melhor a cada dia. Ser a melhor Juliana que eu posso e sou muito grata por ser assim, por não me acomodar.
  • Gratidão pela vida e por ter conseguido manter a calma nos momentos difíceis!

19 de dezembro de 2014

Descobertas que fizeram diferença na minha vida em 2014!


     Fim do ano ta aí, então resolvi reunir aqui alguns sites e pessoas que conheci no decorrer de 2014 e que, de alguma forma, mudaram minha vida pra melhor. No decorrer do ano já postei aqui algumas coisas (The Gabriel Method, Dr. Victor Sorrentino, Emagrecer de VezVeduca, etc) então vou colocar aqui apenas o que ainda não tinha mostrado no blog. Vamos lá:

NATURAL VIBE



     Descobri esse site em alguma pelo instagram, nem sei ao certo como, mas não desgrudei mais! O site incentiva uma vida mais saudável, tendo "o equilíbrio entre as dimensões física, mental, emocional e energética."As matérias falam muito sobre física quântica, energia, yoga, psicologia, nutrição entre outras coisas. É tudo bem natureba, de um jeito que eu adoro e espero conseguir viver!

FLAVIA MELISSA



     Conheci a Flávia através do Natural Vibe, ela escreve textos pra eles no instagram e eu simplesmente me apaixonei por ela, seus textos e vídeos. Ela fala sobre a vida, espiritualidade, desenvolvimento humano... Olha, é incrível! Sempre to assistindo os vídeos velhos dela no youtube, pois tenho vontade de ouvir tudo o que ela tem a dizer. Recomendo MUITO!

PAULO VIEIRA


     O Paulo é um coach, que conheci em uma série de vídeos que alguém me indicou por e-mail. Amei os vídeos dele, onde ele ensinou um pouco sobre finanças pessoais. O mais legal do trabalho dele, é que ele vai além do dinheiro nos vídeos, ele aborda outros assuntos, visando uma vida melhor no todo, não apenas no financeiro. Ele também da cursos e espero ter a oportunidade de fazer algum um dia!

EFT - EMOTIONAL FREEDOM TECHNIQUES

André Lima

     Esse ano conheci essa a EFT, que é uma Técnica De Liberação Emocional. Conheci através do André Lima, e é por isso que o link vai pro site dele, mas também encontrei algumas outras pessoas que ensinam e falam sobre essa técnica. É como se fosse uma acupuntura sem agulhas, que ajuda a desbloquear canais energéticos através de umas "batidinhas". Vale a pena dar uma conferida!

BLOGILATES

Cassey Ho

     Apesar de não ter me jogado com tudo nas atividades físicas esse ano, conheci um blog que me ajudou no pouquinho que fiz. Acompanho principalmente o canal no youtube, onde a Cassey Ho ensina vários movimentos, treinos e outras coisas pra mexer o corpitxo! Adorei as aulas, achei muito divertido e fácil de fazer! E apesar de ser em inglês, da pra acompanhar de boa os execícios!


SANE SOLUTION

Jonathan Bailor


     Outro site na área de vida saudável é o Sane Solution, achei um vídeo por acaso, nos recomentados do youtube e gostei muito. Ele foca na alimentação saudável, e fala um pouquinho sobre exercícios. Recebo vídeos por e-mail, e o que eu mais gosto é que eles são rápidos e meio engraçados (pelo menos eu acho! rs) então não é aquela coisa massante que você não vê a hora de acabar!

11 de dezembro de 2014

Agência, escola, acomodação... AI MEU DEUS!

Decisões, dúvidas.

     Acho que as decisões mais difíceis na hora do intercâmbio são: Vou por qual agência? Estudar em que escola? Sério, só Deus sabe quantas tabelas eu fiz, comparando orçamentos, prós e contras, comentários de quem já foi... Achei que fosse ficar louca, dava vontade de gritar e chorar. Nenhuma decisão parecia boa o bastante.
     Me cadastrei em várias agências e era agraciada com toneladas de e-mails todos os dias, o que só me confundia mais. Fui numa feira, mas minha experiência foi bem ruim: stands lotados, falação, aglomeração... Saí catando os caderninhos, porque não dava pra conversar com ninguém direito. Enfim, foi uma perda de tempo, pelo menos pra mim!
     Eram tantas coisas na minha cabeça, que fui desanimando, até que um dos e-mails me chamou atenção. Uma das agências estava promovendo uma palestra para falar sobre a Irlanda, escolas, regras e coisas do tipo. Olha, preciso dizer que essa foi minha salvação! Fui numa palestra com a minha mãe, lá ex-intercambistas apresentavam a Irlanda, as cidades e as escolas com as quais a agência trabalhava.
     Saí da palestra com a cidade praticamente decidida e uma noção de qual escola tinha gostado mais. Fiz então algumas pesquisas mais direcionadas e decidi tudo! Hoje meu "pacote" já esta fechado da seguinte forma:

  • Intercâmbio pela agência Vision.
  • Seis meses de curso na Cork English College.
  • Duas semanas de estadia  uma casa de família.

AGÊNCIA
A agência Vision foi a mesma onde assisti as palestras. No começo fiquei com o pé um pouco atrás, pois é uma agência pequena, com apenas um escritório aqui em São Paulo. Obviamente isso pode ser um ponto positivo, pois há uma grande atenção da agência, mas por outro lado ficou um medinho, já houve caso de agência fechando e deixando estudantes na mão. Porém as meninas de lá - além do dono, que é irlandês - me passaram uma super confiança e nas minhas pesquisas encontrei pessoas falando bem da agência.
     Outro ponto positivo da Vision é  ser uma agência especializada na Irlanda, ou seja, eles sabem TUDO sobre o país. Achei isso muito legal, pois algumas agências tem informações superficiais, já que trabalham com muitos países, que tem regras diferentes, etc. Outra coisa é que as meninas da agência já fizeram intercâmbio (pelo menos as três que eu conheci), cada uma em uma cidade, o que é bacana pra saber uma experiência real (em outras agências a pessoa que te atende sabe o mesmo que você, coisas da internet).

ESCOLA
CEC, Cork English College

     Escolher a escola foi meio complicado, fiquei em dúvida, mas optei pelo que me pareceu mais certo no momento. A Cork English College me encantou logo de cara, é uma escola com um bom número de europeus e muitas atividades extras. Fiquei um pouco na dúvida, pois a agência me passou que a escola não é do tipo familiar, sabe? É uma escola com tratamento mais profissional, o que é algo bom, mas como o intercâmbio é uma experiência nova e "assustadora", talvez uma escola que "acolhesse" mais fosse mais tranquila.
     Porém preferi optar pelo que me pareceu mais certo, apesar de não mais fácil, até porque se eu quisesse optar pelo fácil, ficaria aqui, né? E já que é pra ter uma nova experiência, que ela seja por completo...  De qualquer maneira eu venho falar da escola quando tiver conhecimento de causa!

HOST FAMILY
     Optar por ficar em casa de família não foi difícil. Apesar de ser um pouco mais caro, o estudante tem direito ao café da manhã e almoço, deixando o valor equivalente ao de uma resistência estudantil, onde haveria mais essas duas despesas pelas 2 semanas. Acho que o intercâmbio não é apenas aprender outra língua, mais sim ter contato com outra cultura e ficar numa host family é o melhor caminho pra isso.
     Decidi ficar por duas semanas, agora se vai ser o suficiente, não sei! Terei duas semanas para arranjar pessoas para dividir um apartamento, caso não consiga posso estender meu tempo com a família ou conversar com a agência em busca de uma residência estudantil. Vale também lembrar que, caso eu não me adapte a família, é só entrar em contato com a escola e pedir uma mudaça!

4 de dezembro de 2014

Intercâmbio: Primeiras decisões!

Irlanda bandeira intercambio
Bandeira da Irlanda
     Sempre tive vontade de fazer um intercâmbio, viajar por aí, aprender inglês, conhecer culturas, pessoas e mundos novos. E agora, depois de passar tanto tempo, finalmente vou realizar o meu sonho. Sim, minha hora chegou e, depois de muitas escolhas difíceis, a decisão foi tomada: Irlanda, é pra lá que eu vou!
     Quando eu era novinha queria porque queria ir pra Flórida, então o tempo passou, conheci o Harry Potter e me encantei com a Inglaterra. Sotaque bonito, gente interessante, aquele ônibus vermelho... Achava chique e culto, sei lá. Minha busca por um país pra "chamar de meu" começou por lá, em Londres, mas logo percebi que ficava muito caro pra mim.
     Minhas buscas se expandiram e eu encontrei a Irlanda: ainda na Europa, com um sotaque todo particular e bem mais em conta. Além disso, escolhendo um curso de seis meses, ganho visto de um ano e posso trabalhar!
ireland intercambio
Paisagem da Irlanda
     Já sabendo que a Ilha Esmeralda seria meu destino, comecei minhas pesquisas. Inicialmente me foquei em Dublin (capital da Irlanda), pois era o lugar da onde me chegavam mais e mais informações. Todos os sites, vlogs, blogs e indicações de agências eram de lá. Porém, ao aprofundar minhas pesquisas, outras cidades foram aparecendo, entre elas Cork: a segunda maior cidade da República da Irlanda e a terceira mais populosa.
     Escolhendo essa opção eu me manteria em uma cidade grande, porém sem tantos brasileiros e com um custo de vida um pouco menor. Pensei, repensei e fiz listas mentais de prós e contras... Não foi uma decisão fácil, mas acabei optando por Cork. É uma cidade onde poderei realmente imergir na cultura irlandesa, além disso a cidade conta com muitas universidades, tendo assim uma população bem jovem.
     Além disso, por ser uma cidade menor, terei menos gastos com transporte, já que - de acordo com o que me falaram - é possível fazer tudo a pé ou de bike. Cork também tem sede de empresas como Apple, Pfizer e Motorola e, como a esperança é a última que morre, existe a possibilidade arranjar um emprego em uma dessas multinacionais!
Cork, Ireland - Irlanda Intercâmbio
Foto da Cidade de Cork
      Enfim, to me sentindo muito feliz com minha escolha. Inclusive parei de ler qualquer outra coisa, sobre qualquer outra cidade, porque sempre aparecia uma coisinha que fazia eu repensar tudo de novo, sabe? Então já decidi e vou focar nisso. Pretendo fazer agora um próximo post, contando sobre como escolhi com qual agência ir e em qual escola estudar. Até breve ; )

2 de dezembro de 2014

Meu Primeiro Grande Adeus.

despedida

     Era por volta de oito da noite quando cheguei com meus pais na casa da minha avó, fomos pegar minha tia para então irmos ao hospital. Há poucos dias as visitas foram liberadas: não havia hora certa, nem tempo mínimo para nos preocuparmos, agora só nos restava corações apertados.
     Lembro que me sentei na cozinha, olhei em volta e pensei que ela nunca mais estaria ali. Respirei fundo pra que ninguém percebesse meus olhos cheios de água e dor, enquanto milhares de "nuncas" passavam pela minha cabeça.
     O caminho para o hospital foi de histórias e risos, mas cada pequeno silêncio que surgia era repleto de uma tristeza que eu nunca experimentara antes. No corredor as conversas eram baixas, os sentimentos e desejos contraditórios... Já fazia um tempo que conversar com Deus tinha ficado difícil: Como pedir que o melhor acontecesse, quando sabíamos que o melhor iria doer? 
     Sou um pouco sensível para algumas coisas, certas situações me deixam meio fraca, com tontura ou coisas do tipo. Mas aquele dia, quando entrei naquele quarto de hospital, prometi a mim mesma que ficaria ali o máximo de tempo que eu pudesse.  Me coloquei ao lado da cama e peguei na mão dela por debaixo do lençol, sabendo que aquela era a última vez.
     Era mais de meia-noite quando fomos embora, eu dei um beijo em seu rosto e sussurrei em seu ouvido que tudo ficaria bem e que eu a amava muito. O caminho pra casa foi silencioso.
     Quando minha mãe foi me acordar no dia seguinte, eu senti algo diferente, um carinho leve no braço, um olhar triste. Levantei e, mesmo sabendo, aproveitei aqueles minutos antes de receber a notícia. Ao entrar na cozinha minha mãe sorriu pra mim, um sorriso pesaroso, e me abraçou. O telefone tinha tocado ás duas horas da manhã...
     O resto do dia foi rápido, cheio de borrões, pessoas que eu não via há muito tempo, e também com momentos que eu nunca vou me esquecer. O choro do meu pai (que continuou vindo a tona nos dias seguintes), a imagem do meu avô, sentado na cadeira, com o olhar perdido. E a minha avó. Linda, serena e, finalmente, em paz, deitada no caixão.
     Conforme os dias foram passando as coisas foram melhorando. Parece que vai doer pra sempre, mas a gente vai se acostumando, vai entendendo. Procuramos fotos e relembramos histórias, Alguns momentos são mais difíceis, pensar que vai chegar o Natal, um novo ano e nada nunca será igual.
     Uns dois meses depois e tudo já parecia bem de novo. Sentada no sofá, enquanto  via alguma besteira no celular, ouvi meu pai chegando. Sorrimos um para o outro:

- Onde você estava? - perguntei, voltando a mexer no celular.
- Na casa da vó... - meus dedos paralisaram, olhei pra cima e encontrei o olhar do meu pai no meu. Então, depois de um momento de silêncio, ele se corrigiu. - Na casa do vô.

     O coração aperta, então volta o nó na garganta e as lágrimas nos olhos. Ah, vó, que saudades!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...